Como utilizar bem a bateria do seu notebook

Ícone de bateria Uma experiência passada nada agradável vivenciada com a bateria do meu antigo notebook Sony Vaio VGN-FW160AE  me incentivou a pesquisar um pouco sobre o seu funcionamento e conservação.

O primeiro vamos deixar claro de que bateria estamos falando. A utilizada nos notebooks é a Íon Lítio (Li-ion), muito comum também em celulares e outros aparelhos eletrônicos recarregáveis. Se tiver dúvida se a sua bateria é essa, geralmente essa informação está no próprio rótulo.

Preciso descarregar toda a bateria antes de carregar?

As antigas baterias de Níquel-Cádmio (Ni-Cad) possuíam o chamado “efeito memória”. Se carregada sempre de 70% para 100%, por exemplo, ela “esquecia”qual era sua capacidade total, passando a reter cada vez menos carga. Por esse motivo era recomendado que a bateria fosse totalmente descarregada antes de carregada novamente.

Com as baterias Li-ion não temos esse problema, mas sua durabilidade é limitada pelo número de ciclos de descargas. A definição mais comum para um ciclo de descarga é a entrega do equivalente a 100% de carga da bateria. Por exemplo: gastar de 100% a 0% constituiria um ciclo, assim como gastar 5 vezes de 100% a 80%. Entretanto, essa definição não é muito precisa, podendo variar de fabricante para fabricante. Para simplificar o entendimento, podemos pensar em um ciclo como iniciado ao consumir carga da bateria e terminado ao colocá-la para carregar.

Em média, uma bateria de notebook tem vida útil de 300 a 500 ciclos. Depois disso elas não sustentam mais carga como antes e precisam ser trocadas. O primeiro passo para conservar sua bateria então é: não consumir ciclos quando não for necessário.

Aumentando o número de ciclos de sua bateria

Carregador de NotebookUsando o notebook no escritório ou em casa, frequentemente estaremos mais conectados à tomada do que utilizando a carga da bateria. Utilizar a corrente alternada nessas situações é uma boa alternativa para economizar ciclos, já que a energia está à mão e a mobilidade pode não ser necessária.

Se a carga está alta (em torno de 70% ou 80%) e você não gostaria de gastar um ciclo de recarga, uma possibilidade é remover a bateria e utilizar o notebook direto na tomada. Se você pretendia realmente carregar a bateria enquanto usa, sem problemas! Mesmo após atingir a carga de 100% há um dispositivo inteligente que desconecta automaticamente a bateria da alimentação, chaveando a energia diretamente da fonte para o notebook. Mas lembre-se, isso consumirá um ciclo da bateria.

Alguns fatores influenciam diretamente a quantidade de ciclos durante a vida útil da bateria. Um deles é a temperatura: quanto mais gente, menos ciclos ela resiste. Por isso pode ser interessante remover a bateria quando terminar a recarga, se perceber que a parte inferior continua esquentando, ou se o seu uso está exigindo bastante da máquina.

Outro fator que pode aumentar o número de ciclos que sua bateria oferecerá é o estresse que ela é submetida. Fazer recargas de 0% a 100% é mais estressante do que carregar de 20% a 100%, ou de 20% a 80%, por exemplo. Uma dica então é não deixar o nível de energia ficar muito inferior a a 20%, e nem sempre carregar até 100%.

Se não for utilizar a bateria por muito tempo…

As baterias de Li-ion perdem carga vagarosamente, mesmo quando desconectadas dos aparelhos. Sabendo disso é importante tomar cuidado ao guardá-las por muito tempo para que nunca fiquei com 0% de carga. O seu modelo de funcionamento exige que sempre haja um mínimo de carga para possibilitar uma recarga. Se ficar totalmente sem energia ela deixará de funcionar.

Os fabricantes já preveem esse inconveniente deixando disponível para uso apenas parte da carga total. Quando o limite de 0% de carga é atingido no medidor do notebook na realidade ainda existe uma carga reserva para que seja possível recarregá-la. Entretanto, se a bateria for conservada nesse estado pro muito tempo essa reserva acaba.

Bateria Sony VaioGuardar as baterias em 0% não é recomendado, assim como em 100% também não. Segundo estudos, deixá-la muito tempo em carga máxima também a danifica, reduzindo a quantidade de ciclos de sua vida útil. O valor ideal para deixá-la guardada por um longo período (meses, anos) é de 40%.

A bateria não dura pra sempre…

Mesmo bem cuidada, a bateria não vai durar pra sempre. Por isso é importante ter cuidado ao escolher seu notebook ou outro eletrônico. Muitos aparelhos estão vindo ao mercado sem a opção de remoção da bateria, portanto se ela não estiver funcionando bem pode ser necessário trocar o aparelho inteiro.

Este compilado sobre a conservação da bateria é bem sintético e influenciado pela minha interpretação de várias outras fontes. Se você tem mais informações e outras dicas para conservá-la, compartilhe!

Fontes:

photos by: Arria Belli & n3rraD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *